Preço de gás para a indústria e comércio sobe em média 8%

  • Preço de gás para a indústria e comércio sobe em média 8%

    A Petrobras anunciou reajuste dos preços de venda às distribuidoras do GLP destinado aos usos industrial e comercial, no porcentual médio de 8% com vigência a partir deste sábado (29/07).

    Em nota, o Sindigás (Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo) chamou o aumento do preço de preocupante.

    “(O reajuste) afasta ainda mais o preço interno dos valores praticados no mercado internacional, impactando justamente setores que precisam reduzir custos”, diz em nota do sindicato.

    Com a mudança de preços, o Sindigás calcula que o valor do produto destinado a embalagens maiores que 13 quilos ficará 46% acima da paridade de importação.

    O sindicato declarou ainda que, segundo informações que as distribuidoras receberam da Petrobras, o aumento de preço será entre 7,8% e 8,4%, dependendo do polo de suprimento.

    A companhia petrolífera esclareceu que os preços de GLP destinado ao uso residencial, comercializado pelas distribuidoras em botijões de até 13 kg (conhecido como P13 ou gás de cozinha), não foram objeto deste reajuste.

    (Fonte: Diário do Comércio)