4 Passos Essenciais para a Gestão de Excelência do seu Negócio!

  • 4 Passos Essenciais para a Gestão de Excelência do seu Negócio!

    Imagem relacionada

    Para um negócio de sucesso é indispensável uma boa gestão. Isso da ao empresário mais foco para enfrentar o mercado que está cada vez mais exigente e competitivo. Segundo o Sebrae nacional, em média, de acordo com o estudo, de cada 100 pequenas e micro empresas abertas no Brasil, 73 permanecem em atividade após os dois primeiros anos de existência, e, este é o período considerado mais crítico na construção de uma empresa.

    Entre as razões mais comuns de fechamento de empresas antes dos 2 anos de vida, e até mesmo empresas já consolidadas estão: a falta de um plano de negócio, a dificuldade de adaptação às tendências do mercado e a má gestão. Esse é o maior fator de falência de empresas.

    Para ajudar nossos empresários de primeira viagem e também os velejadores mais experientes, separamos quatro dicas para ajudar na organização e fortalecimento das empresas contábeis.

    1. Gestão financeira

    É o item mais importante da gestão empresarial. Além de melhorar os resultados, pois apresenta a real situação da empresa, a gestão financeira dá base de decisões estratégicas aos sócios usando técnicas de administração de caixa, otimização da estrutura de capital e a análise da criação de valor por meio de projetos com o auxílio de ferramentas financeiras.

    A gestão financeira influencia em todos os setores da empresa, pois o funcionamento de cada um deles depende do orçamento. Fica evidente então, que a gestão financeira é estratégica.

    Essa área, comumente, esbarra em dificuldades como: estabelecer processos, falhas humanas de analises, perda de informação, planejamento ineficaz dos gestores e erros de apuração de dados. Isso gera prejuízos ocasionados por fatores como: riscos não gerenciados, baixa competitividade, custos elevados e perda de oportunidades de negócio.

    O controle financeiro também deve incluir o planejamento de redução de custos. Para que outros resultados não sejam afetados, porém, é importante que essa redução de custos não implique na redução da qualidade dos produtos ou serviços oferecidos aos clientes. Mapeie processos, identifique gargalos e invista em melhorias que possam diminuir os custos sem perder a qualidade.

    2. Gestão de processos

    A otimização de processos é uma das melhores dicas de gestão, pois leva a rendimentos melhores e a menores custos. Conhecer também quais são os maiores desafios de um processo evita desperdícios, atingi o padrão de qualidade ou reduz o tempo de produção. O propósito da otimização de processos é de reduzir ou eliminar desperdícios de tempo e recursos gastos desnecessários, assim como gargalos e erros, atingindo o objetivo do processo.

    Ao mapear e compreender os processos da empresa, é possível identificar quais atividades agregam e geram valor e quais os obstáculos que estão impedindo que a empresa alcance melhores resultados.

    3. Gestão de Recursos Humanos

    Ter uma boa equipe é essencial para o sucesso da empresa, pois elas são alavancadas ou sofrem declínio por conta da motivação, dedicação e trabalho das pessoas. Uma equipe bem conduzida e gerida pode transformar sua empresa.
    Um processo seletivo adequado e o encaixe das pessoas certas nos locais certos faz com que a empresa atinja os resultados e objetivos traçados. Avalie e monitore a equipe de vendas, administrativos e principalmente e desempenho dos líderes. Lembre-se! Bons lideres motivam suas equipes, equipes motivadas geram resultados melhores.

    Não esqueça que processos e tecnologias estão em constante mudanças e atualizações, então, mantenha sua equipe sempre atualizada oferecendo treinamentos. A capacitação dos colaboradores não pode ser vista como um custo e sim como investimento.

    4. Faça um planejamento estratégico

    O planejamento estratégico, serve para indicar qual é o caminho a ser seguido. Sem esse tipo de planejamento, sua empresa está apenas seguindo conforme a “onda” leva, o que, em um mercado competitivo, é fatal.

    Para iniciar o planejamento é preciso, primeiramente, conhecer onde a empresa está, qual a situação e quais são os desafios por ela enfrentados. Após isso, definir os objetivos: O que a empresa é, qual motivo de sua existência? (Missão); Onde a empresa quer chegar (Visão) e quais são os seus valores.

    Traçado os objetivos é horas de planejar como serão alcançados, quais as ferramentas necessárias e onde cada colaborador estará alocado. Incluir a equipe de execução na elaboração do planejamento estratégico, facilita na hora de por em prática o planejado, pois os colaboradores se sentem parte da empresa.

    Mais importante do que planejar é colocar os planos em prática. Com o acompanhamento correto e não esquecendo de monitorar sempre se a rotina e caminhada da empresa estão de acordo com o planejado tudo ficará alinhado, e, as chances da empresa se solidificar será ainda maior.

    (Fonte: Sescon GF)