Setor de transporte apoia reforma tributária, mas desconhece a proposta

  • Setor de transporte apoia reforma tributária, mas desconhece a proposta

    Resultado de imagem para Setor de transporte
    Em meio a diferentes propostas de uma possível reforma tributária, uma pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT) revelou que, apesar da maioria dos empresários do setor de transporte apoiarem a realização de uma reforma tributária, 43,3% ainda desconhece o teor das propostas que tramitam e estão em debate no Congresso Nacional. Os empreendedores, porém, acreditam que a reforma deve ser aprovada no Legislativo.
    Os resultados foram divulgados nesta quarta-feira (11/9) em um evento com a presença de autoridades brasileiras, como o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes.
    A pesquisa foi realizada com 900 transportadores de todos os setores: rodoviário, ferroviário, aquaviário e aéreo. 92,8% dos transportadores ouvidos se declaram como insatisfeitos com o sistema tributário atual e 93,1% apoiam a realização desta reforma.
    O maior preocupação do setor de transporte é a tributação excessiva. O presidente da CNT, Vander Costa, concorda que o sistema é oneroso e caro. “Os transportadores têm essa percepção. Também consideramos que a falta de clareza gera concorrência desleal e distorções na arrecadação”, afirma.
    Em 2017, o setor de transporte pagou  R$ 61,9 bilhões em tributos. Os tributos que mais pesam no bolso dos empresários do setor são o ICMS e as contribuições previdenciárias.
    (Fonte: Correio Braziliense)