Com exigência de CPF, 1,2 milhão de jovens “somem” do IR

  • Com exigência de CPF, 1,2 milhão de jovens “somem” do IR

    Receita Federal passou a exigir número do documento para maiores de 8 anos; antes, dados eram necessários apenas a partir dos 12 anosResultado de imagem para Com exigência de CPF, 1,2 milhão de jovens “somem” do IR

    Aproximadamente 1,2 milhão de crianças e adolescentes desapareceram das declarações do Imposto de Renda (IR) entregues à Receita Federal dentro de um ano — entre 2017 e 2018. O “sumiço” de dependentes coincide com exigências do Fisco para tornar o processo de prestação de contas mais rígido e inibir fraudes. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

    Até 2017, a Receita exigia que as declarações incluíssem o número de CPF de dependentes com idade acima de 12 anos. Para os mais jovens, era necessário apenas preencher o nome e a idade. Em 2018, no entanto, passou a ser obrigatório informar o número do documento para qualquer pessoa com mais de 8 anos.

    De acordo com o levantamento do Fisco, após a implementação dessa mudança, o total de dependentes declarados no país caiu de 25,5 milhões para 24,3 milhões. O número representa redução de quase 5%. Do total que “sumiu”, a maioria — 900 mil — tinha entre 8 e 12 anos — faixa que, agora, tem apresentar o CPF.

    O supervisor nacional do IR na Receita, Joaquim Adir, acredita que a inclusão de dependentes incorretamente não significa que possíveis tentativas de fraudes foram bem-sucedidas. “Claro que passa um ou outro, mas ao longo dos anos, a Receita segura o contribuinte na malha até ele ajustar”, explicou.

    (Fonte: Fenacon)