Documentos Fiscais Eletrônicos – Instabilidades

  • Documentos Fiscais Eletrônicos – Instabilidades

    INFORMATIVO FISCAL Nº 91 – Abril/2021
    Caro Cliente

    Os documentos fiscais eletrônicos tem por exigência a necessidade da distribuição on-line a servidores de receptação desses documentos, após a receptação pelos servidores eles devolvem o protocolo de autorização para o contribuinte, validando dessa forma o documento fiscal para a sua utilização.
    Acontece que esses servidores podem apresentar instabilidade, tanto pela quantidade de informações circuladas pelos contribuintes; por problemas técnicos ou até mesmo por manutenção. Esses eventos poderão ser consultados diretamente nos sites oficiais das obrigações, fornecendo as informações sobre a disponibilidade do servidor e a possível lentidão, além de informações sobre as manutenções programadas nos quais os servidores estarão fora do ar. Para o acesso a essas informações, consultar as páginas:
    Para a consulta das situações teremos:
    – Manutenções programadas, informadas nas partes de “Informes” que estarão abaixo na pagina principal, ou nos links:
    Nos informes ainda teremos as informações pertinentes a esses documentos, como alterações de regras de validação e schemas de emissão.
    – Consultas de Disponibilidades e Status dos Servidores, informados na página principal na aba “Serviços/Consulta Disponibilidade” em ambas as páginas, trazendo assim as informações das condições dos servidores, ou pelos links:
    Caso ocorra instabilidade e não haja menção no portal, poderá o contribuinte entrar em contato pelo e-mail –  cte_indisponibilidade@fazenda.sp.gov.br para empresas estabelecidas no Estado de São Paulo.
    As prestações de informações eletrônicas com relação aos documentos eletrônicos possuem também servidores de contingência que são liberados dependendo da instabilidade e manutenção, geralmente os sistemas de emissão já efetuam esses ajustes de forma automática, simplificando e melhorando as emissões dos documentos das empresas.
    Obs. Lembramos que a legislação poderá sofrer alterações, devendo ser consultada sempre que necessário.