Pesquisa CNT mostra piora nas rodovias do país em 2021

  • Pesquisa CNT mostra piora nas rodovias do país em 2021

    A Confederação Nacional do Transporte divulgou hoje, 2, pesquisa que mostra que a qualidade das rodovias do país caiu. Dessa forma, refletindo o ano em que o país registra o mais baixo investimento do governo federal em infraestrutura de transportes nas últimas duas décadas.

    A entidade avaliou 109.103 quilômetros de rodovias pavimentadas federais e estaduais. De acordo com o levantamento o Estado Geral de 61,8% da malha rodoviária brasileira encontra-se classificada como Regular, Ruim ou Péssimo. Desse percentual, 91% são de rodovias públicas. Os resultados fazem parte da 24ª edição da Pesquisa CNT de Rodovias, divulgada pela Confederação Nacional do Transporte e pelo SEST SENAT.

    “Os resultados da Pesquisa CNT de Rodovias 2021 mostram um cenário de preocupante queda da qualidade das rodovias brasileiras, questão que precisa ser enfrentada com grande rapidez e assertividade. A forte retomada de investimentos é urgente e necessária para prover ao país uma malha rodoviária mais moderna e eficiente, condição indispensável para a promoção do desenvolvimento. E, nesse sentido, a análise técnica da CNT nesta Pesquisa é um importante instrumento para fomentar as melhores soluções”, ressalta o presidente da CNT, Vander Costa.

    O Estado Geral das rodovias compreende três características estudadas: Pavimento, Sinalização e Geometria da Via. Elas levam em conta, respectivamente, variáveis como condições do pavimento, placas e alguns elementos da via, como as curvas. Tais aspectos recebem classificações que vão desde Ótimo e Bom a Regular, Ruim e Péssimo.

    Fonte: Frota&Cia