ANTT deve atualizar tabela do frete após alta do diesel

  • ANTT deve atualizar tabela do frete após alta do diesel

    A ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) já comunicou que está estudando a possibilidade de ajustar a tabela do piso mínimo de fretes. De acordo com a lei, a tabela deve sofrer alteração sempre que o valor do diesel for superior a 10%.

    Na última semana, a Petrobras anunciou um reajuste de 24,9% no preço do diesel às distribuidoras. No entanto, o governo isentou o combustível de impostos federais como PIS e COFINS afim de diminuir o preço nos postos de todo o país. Segundo o cálculo preliminar, essa redução seria de R$ 0,33 centavos por litro, portanto, menos do que o necessário para manter a tabela atual.

    A tabela de pisos mínimos do frete foi instaurada em 2018 após uma série de paralisações de caminhoneiros ainda no Governo Temer, em maio daquele ano. Em função da alta no preço do petróleo no mercado internacional e com o alto reajuste do diesel, medidas que evitem esse tipo de manifestação estão sendo tomadas pelo Governo.

    Fonte: Frota e Cia.