Resultado de imagem para Governo quer facilitar que caminhoneiros se cadastrem como MEI O Governo começou a tomar varias medidas para satisfazer e ajudar os caminhoneiros que recentemente ameaçaram uma greve. Assim, uma dessas ações pode ser a facilitação para que os profissionais dessa categoria se enquadrem no regime do Microempreendedor Individual (MEI). De acordo com o texto, os caminhoneiros podem participar do MEI mesmo tendo faturamento anual acima de R$ 81 mil. Esse valor é o limite para enquadramento no regime. A estimativa dos técnicos que elaboraram a proposta é que o faturamento desses profissionais seja, em média, da ordem de R$ 430 mil. No entanto, o ganho efetivo dos profissionais é de 20% do valor total, descontados custos com combustíveis, peças e pneus. Assim, somente 20% da receita seriam considerada no cálculo para permitir a inclusão no MEI. O MEI é um regime simplificado que reúne vários impostos e assegura cobertura previdenciária. Segundo um técnico da equipe econômica, a medida é vantajosa para os caminhoneiros, que poderão emitir nota fiscal, ter acesso ao crédito e utilizar as chamadas maquininhas. Fonte: Frota & Cia