Leggio Consultoria refuta afirmação do governo federal sobre o diesel

Após o governo federal afirmar que “o país não corre risco de desabastecimento de diesel”, um estudo da Leggio Consultoria mostrou que o estoque de diesel do Brasil corresponde a apenas 15 dias.

A projeção de estoque leva em consideração a expectativa de aumento da demanda por diesel nos próximos meses, com o escoamento da safra agrícola. A expectativa é que no pico da safra, em agosto, o consumo de diesel fique em 105 mil metros cúbicos por dia (m³/dia).

Segundo o sócio da consultoria, Marcus D’Elia, o risco de desabastecimento existe, mas se ocorrer, provavelmente será em locais mais distantes do Sudeste. Isso porque é ali que estão os centros de produção e estoque.

Segundo ele, a ampliação de estoque não é a melhor medida para evitar, já que aumenta o custo financeiro das empresas do setor. Na verdade, o melhor é estudar e se preparar para imprevistos no suprimento.

“A solução técnica e necessária é possuir planos de contingência para o caso de ocorrer interrupção em alguma das cadeias logísticas de combustível. Para isso, é preciso mapear os pontos de maior risco, identificar alternativas de suprimento e planejar rotas para movimentar o produto até os locais mais vulneráveis”, diz.

Fonte: Frota&Cia